Curta Advir Gospel no Facebook







14.11.09

O Fim do mundo - Revista Veja comete Gafe contra igreja Adventista


O Fim do Mundo foi a manchete estampada na capa da Revista Veja desta semana, até aí, nada de novo, ultimamente existem muitas teorias orbitando em torno do ano de 2012, como as profecias maias. Aproveitando a tal data que anda em evidência, a indústria cinematográfica não poderia deixar de lucrar com o tema que vem mexendo com o imaginário de muitos e está prestes a estreiar o filme “2012″. A Revista Veja para não ficar atrás, colocou também o fim do mundo como capa e destaque na edição desta semana.

O que ficou evidente, foi a estratégia maligna de se colocar as profecias bíblicas do livro de Apocalipse em descrédito ao compará-las com tantas outras não ispiradas por Deus e que obviamente não se cumpriram para gerar e aumentar a incredulidade de muitos.

Evidente também foi o escárnio do inimigo de Deus ao usar um veículo de comunicação para denegrir a palavra de Deus. Um trecho da matéria diz: “As profecias do apocalipse são um desastre como previsão do futuro”. Ou seja Satanás chama a Deus de mentiroso, ao dizer que sua Palavra é um desatre e não se cumpre. Sabemos que a palavra de Deus é a comunicação do dom da fé. Paulo assim expressou: “E a fé vem pelo ouvir e o ouvir pela palavra de Deus.” – Romanos 10:17. O que o inimigo deseja é ver nossa fé minada nos fazendo descrer da Palavra de Deus. Acaso Satanás deseja que as pessoas estejam preparadas para a vinda de Cristo? ou deseja que a maioria se perca e seja pega desprevenida? Outra investida maligna é a de tentar plantar na mente das pessoas a idéia de que Deus não existe, de que “as crenças talvez não sejam fruto nem da religião nem da cultura, mas uma expressão de como o cérebro humano trabalha…uma criação mental”. A estratégia é semear dúvidas com relação a existência de Deus, com relação a Sua palavra para posteriormente colher a incredulidade que leva a perdição.

Aos notórios jornalistas de Veja, devemos exortar que o que falhou foram especulações humanas em cima de datas, o que obviamente não se cumpriram por não terem procedido de Deus . Mas a profecia com relação ao julgamento da humanidade, proferida pelo próprio Cristo não tardará em se cumprir:

(Marcos 13:32) - Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.

fim

Outro fato notório na reportagem, foi a maneira como o inimigo usou mais uma vez um veículo de comunicação em massa para falar mal da igreja adventista.


Vejam aqui neste link a página ampliada e a gafe na afirmação, ano 1843:


Ano 1843: O adventista William Miller anunciou o Apocalipse para 3 de abril, depois para 7 de julho, depois 21 de março de 1844 e por fim 22 de outubro. O que aconteceu? Viveu para ver todos os seus erros. Morreu 5 anos depois do fracasso da última previsão”.

Devemos lembrar a VEJA, que William Miller era Batista e morreu como Batista. A Igreja Adventista foi fundada por Tiago White, (Conexão Cristã) Ellen Harmon (Metodista) e Joseph Bates. Apenas se organizou em 1863.

Sobre a Incredulidade de Nossos Tempos

Falando propriamente de sua Segunda Vinda à terra, Jesus perguntou, profeticamente: “Quando porém vier o filho do homem, por ventura achará fé na terra?” (Lc 18:8.)

Ao proferir estas palavras Jesus olhava para o futuro – especificamente paranossa geração atual – que Ele claramente antevia. E, prevendo a ausência quase total de fé em nossos dias, formulou essa pergunta!

Sem dúvida o mundo quase perdeu a memória do significado da fé real. Não é de admirar que tão poucos a tenham, nem que tantos digam: “Minha fé não é muito forte” – ou, “Simplesmente não consigo ter fé”. As pessoas, hoje em dia, não sabem o que é a fé nem por que não a possuem. Mesmo assim, sem fé ninguém jamais será salvo!

Por 120 anos Deus advertiu o mundo que existia antes do dilúvio, quanto à destruição que sobreviria àquela geração mediante um dilúvio universal. Muitos recusaram-se a crer que semelhante catástrofe pudesse sobrevir. Homens sábios segundo o mundo diziam ser isso uma impossibilidade. Noé dizia que havia de acontecer, e para mostrar sua convicção, empregou tempo e fortuna em construir gigantesca embarcação.

Muitos devem ter ouvido essa mensagem de Deus, poi

s o Espírito divino falou por Noé, ao coração dos antediluvianos. Uns poucos, apenas, tiveram bastante fé para tratarem de se preparar. Quando os animais, guiados pelos anjos de Deus, começaram a entrar na arca, o povo se pôs a pensar que não se tratava de simples ardil humano. Reconheceram ser aquilo um sinal da aproximação do fim do mundo.

Oito pessoas, apenas, se prevaleceram dos meios de salvação que Deus lhes provera. Noé, seus três filhos e esposas foram os únicos seres humanos que atenderam à mensagem de Deus naquela época.

Cristo disse que a última geração seria semelhante a que viveu nos dias de Noé, “Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores do dilúvio, comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” S. Mateus 24:37-39

Estavam tão ocupados com os cuidados e prazeres da vida que não tomaram tempo para preparar-se para a destruição que Deus disse havia de sobrevir. Não seria sábio de nossa parte, preparar-nos para o dia em que Cristo há de voltar?


Fonte: Sétimo dia


Categoria: Revista
Gênero: Atualidades
Edição: 04 / 11 / 09
Tamanho: 13.5 Mb
Formato: Rar / Pdf
Idioma: Português


Hospedagem: ziddu

Link da revista



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Links

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...